Meu pé não é dos mais bonitos. Depois de capoeira, balé e mania de andar descalça – herança paterna, não há pé de moça que resista. Por isso, apesar de adorar rasteirinhas, acabo preferindo os modelos mais fechadinhos. E achei um amor os da israelense Abramey

Chega logo, verão!