Que coisa linda, leve e delicada – a parte que eu mais gosto é ter “os rabiscos do rascunho” aparecendo – o trabalho da espanhola Adara Sánchez Anguiano. Acabei de ser apresentada via Juxtapoz e gamei.

Apesar de ser fã incondicional de cores fortes, silhuetas chapadas e contornos definidos, tem um tipo de delicadeza no traço (que eu obviamente não sei racionalmente qual) que me encanta.